O Presidente da Câmara Municipal do Funchal, Miguel Silva Gouveia, acompanhado pelas Vereadoras Madalena Nunes e Dina Letra, visitaram hoje, em Santo António, a sede da Associação de Inclusão Social – Os Especiais, no âmbito do calendário mensal de visitas da iniciativa “O Funchal Que Nos Une”, as Presidências Abertas da Câmara Municipal.

O Executivo camarário foi recebido, na ocasião, pelo Presidente da Direção, Duarte Sousa, e teve a oportunidade de ficar a conhecer as instalações e o trabalho de solidariedade social desenvolvido pela Associação junto das pessoas com necessidades especiais. O edil funchalense abordou também o propósito desta iniciativa que desde o início do ano está a percorrer todas as freguesias do concelho.

Miguel Silva realçou que “é importante continuar a trabalhar a inclusão social junto das entidades associativas do nosso concelho e potenciar as capacidades destes cidadãos. A Câmara Municipal do Funchal procura perceber, no terreno, de que forma é que os nossos apoios ao associativismo chegam às instituições e a diferença que fazem na vida de quem frequenta estes espaços e da nossa cidade.”

Os Especiais – Associação de Inclusão Social, foi fundado a 22 de julho de 2015 e tem por objetivo dar resposta às necessidades dos utentes com deficiência, no que respeita à intervenção precoce, promoção do bem-estar e equilíbrio das famílias com cidadãos com deficiência, acompanhamento social e de atividades recreativas para pessoas com necessidades especiais, entre outros. Desde a sua fundação, a Associação efetua o transporte especializado de utentes desde as suas residências até às instituições de educação.

 

 

 

 

 

O Executivo da Câmara Municipal do Funchal reuniu esta semana com o Executivo da Freguesia do Imaculado Coração de Maria, nas renovadas instalações da junta, num encontro que serviu de conclusão às Presidências Abertas da Autarquia naquela freguesia, que decorreram ao longo de todo o mês de outubro.

Miguel Silva Gouveia ressalvou, desde logo, “a salutar relação de cooperação que existe entre a CMF e a Junta do Imaculado Coração de Maria, bem como o permanente trabalho de proximidade que é desenvolvido pela Junta com os fregueses, e que ilustra bem a relevância do poder local na nossa cidade.
Esta foi também uma oportunidade para auscultar o Executivo de Freguesia sobre as necessidades sociais e infraestruturais que se verificam no Imaculado, num ano marcado pela crise sanitária que todos conhecemos, bem como fazer um ponto de situação do acordo de execução que é celebrado anualmente com a Junta.”
Miguel Silva Gouveia aproveitou ainda a ocasião para fazer a Gonçalo Aguiar, Presidente da Junta de Freguesia, um balanço de todas as visitas efetuadas pelo Executivo a associações apoiadas pelo Município no Imaculado, no âmbito da iniciativa “O Funchal que nos Une” que, ao longo deste ano, tem vindo a dedicar um mês de trabalho de campo a cada freguesia do Funchal, e registou “a recetividade encontrada no terreno, e a vontade de todas as associações com quem trabalhamos de, apesar das circunstâncias atuais, manterem as suas atividades e continuarem a fazer a diferença em nome da população, no plano cultural, educativo, social e desportivo, numa missão que definitivamente nos une a todos.”