“O Funchal Que Nos Une”, as Presidências Abertas da Câmara Municipal do Funchal, deram hoje seguimento ao seu calendário de visitas à Freguesia da Sé, com a visita do Executivo Municipal, liderado por Miguel Silva Gouveia, às instalações do Orfeão Madeirense, onde foi recebido por Paulo Ferreira, Presidente da Direção.

Este encontro foi uma oportunidade para a Câmara Municipal do Funchal inteirar-se do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pelo Orfeão na área cultural, um grupo que a Autarquia apoia através do programa que financia associações que realizem atividades de interesse municipal, tendo esse apoio, em 2919, ascendido aos 5000 euros. No ano transato o Orfeão celebrou os seus 100 anos de existência com um concerto comemorativo realizado no Cais do Carvão, que foi, igualmente, apoiado pela Câmara Municipal do Funchal.

“Desde 2015 temos vindo a apoiar o Orfeão Madeirense naquelas que são as suas atividades do dia-a-dia, este é um compromisso que assumimos em várias frentes e que vamos procurar manter, pois o Funchal não pode ficar alheio a este grupo centenário, pioneiro do canto coral na Região, e a todo o trabalho e dedicação em prol da nossa cidade”, explicou Miguel Silva Gouveia.

O Orfeão Madeirense é o grupo coral mais antigo da Madeira e um dos mais antigos de Portugal, contando atualmente com cerca de 25 elementos.