Artigos

As Presidências Abertas da Câmara Municipal do Funchal, sob o mote “O Funchal Que Nos Une”, visitaram hoje a Associação de Natação da Madeira. O Presidente Miguel Silva Gouveia e o Vereador do Desporto, João Pedro Vieira, foram recebidos por Avelino Silva, Presidente da entidade há 12 anos.

Miguel Silva Gouveia começou por parabenizar “toda a equipa envolvida na organização de excelência do Madeira Island Ultra Swim, a prova internacional que decorreu no passado sábado e que elevou o nome do Funchal, promovendo a nossa cidade enquanto destino desportivo por excelência e enquanto destino seguro.”

“Ainda que adaptados às novas circunstâncias, é crucial continuarmos a dinamizar eventos como este, de forma a que a prática desportiva na nossa cidade recupere a normalidade possível, tão importante é o seu contributo no desenvolvimento educativo dos jovens, bem como na promoção de hábitos saudáveis”, reforçou o Presidente.

A Associação de Natação da Madeira foi apoiada pelo Município com 70 mil euros desde 2018, uma verba investida nas dezenas de provas e eventos desportivos que são dinamizados na cidade do Funchal anualmente. “Neste encontro reafirmamos, ainda, o apoio para a grande prova internacional que o Funchal receberá em 2021, a World Para Swimming European Open Championships, enquadrada no quadro competitivo internacional e válida para acesso aos Jogos Paralímpicos. Serão cerca de 900 praticantes oriundos de todo o mundo, num evento assente em valores que nos dizem muito, como a inclusão através do desporto, ao que se soma um enorme estímulo à nossa economia local”, concluiu o Presidente.

As Presidências Abertas da Câmara Municipal do Funchal visitaram, esta manhã, a Associação de Surdos, Pais, Familiares e Amigos, da Madeira (ASPFAM), onde o Presidente do Município, Miguel Silva Gouveia e a Vereadora com a tutela do Desenvolvimento Social, Madalena Nunes, ficaram a conhecer as instalações e o trabalho diário deste projeto social.

Miguel Silva Gouveia, durante a visita, enalteceu “todo empenho da associação em prol da inclusão através das traduções e da organização de seminários, convívios e formações de modo a promover a acessibilidade aproximando a comunidade ouvinte à comunidade surda. Na Câmara Municipal trabalhamos em parceria com projetos que pensam e agem em prol do desenvolvimento de todos, impedindo que no Funchal alguém fique para trás. Investimos em quebrar barreiras físicas e em tornar a cultura mais acessível. Promovemos, por exemplo, visitas encenadas ao Teatro Municipal Baltazar Dias com tradução em língua gestual portuguesa. A cultura na cidade é para todos”.

A Associação de Surdos, Pais, Familiares e Amigos, da Madeira, com 18 anos de existência, tem por objetivo a implementação de ações que contribuam para a melhor qualidade de vida das pessoas com surdez e trazendo a debate questões que promovem os seus direitos, nomeadamente ao nível da educação, da segurança social e da saúde.

As Presidências Abertas da Câmara Municipal do Funchal, visitaram, ontem, quatro associações sediadas no concelho. Num dia dedicado ao desporto, a iniciativa sob o mote “O Funchal Que Nos Une” passou pela Associação de Surf da Região Autónoma da Madeira, Associação de Ténis da Madeira, Associação Regional de Canoagem e pela Associação Regional de Vela da Madeira.

O Presidente Miguel Silva Gouveia explica que “foi um dia muito profícuo onde o desporto foi rei, visitámos quatro associações que têm em comum o apoio municipal no âmbito dos apoios para desenvolvimento de atividades de interesse municipal. E a par disso, todas elas promovem a prática desportiva, amadora e federada, e a inclusão através do desporto para todos. Dinamizam ainda iniciativas sociais, turísticas e educativas que consequentemente são uma mais-valia à divulgação da marca Funchal e da economia local.”
Sediada nas Piscinas Olímpicas do Funchal, na Associação de Surf da RAM, o executivo municipal foi recebido pelo Presidente Pedro Lacerda e inteirou-se da aposta desta associação em fazer crescer a modalidade de Sup, abordando-se a possibilidade de realizar provas no Funchal pelas excelentes condições climáticas para receber um evento nacional ou internacional. Têm por objetivo aumentar o número de atletas federados, que atualmente contam cerca de 150, e continuar a apoiar os que competem no campeonato nacional.
“Na Associação de Ténis da Madeira, que tutela as modalidades de ténis, padel e squash, numa reunião informal pudemos aprofundar conhecimento do trabalho desta associação enquanto dinamizadora do campeonato regional. O Presidente João Pedro Mendonça deu-nos também a conhecer o projeto de construção de centro treinos em São Martinho que prevê a sua execução no próximo ano”, referiu Miguel Silva Gouveia.
Na Associação Regional de Canoagem, o edil funchalense foi recebido pelo Presidente Viriato Timóteo que deu conta da passagem anual de cerca de 5600 utentes amadores e federados nos eventos da associação. Apoiada pelo Município com uma verba anual de 10 mil euros, a Associação Regional de Canoagem, além de impulsionar a prática federada da modalidade, proporciona momentos diferentes sobretudo a escolas e a instituições de solidariedade social e o reviver tradições de uma população que tem no mar uma referência de vivência diária.
“Por fim, na Associação Regional Vela da Madeira, de visita ao Centro Náutico São Lázaro, o Presidente Francisco Trigo fez-nos referência ao objetivo desta entidade em aproximar prática da vela à sociedade. Desenvolvem provas de vela ligeira, de vela de cruzeiro, bem como iniciativas didáticas e educativas que pretendem complementar com prática desportiva de forma integrada, promovendo o desporto, mas também o ambiente e o turismo”, concluiu o Presidente da Autarquia.

O Presidente da Câmara Municipal do Funchal, Miguel Silva Gouveia, acompanhado pelo Vereador João Pedro Vieira, que tutela o pelouro do Desporto, visitaram, no âmbito da iniciativa “O Funchal Que Nos Une”, as Presidências Abertas da Câmara Municipal do Funchal, a sede da Associação de Voleibol da Madeira, onde foram recebidos pelo Presidente da Direção Edgar Garrido Gouveia.

Miguel Silva Gouveia foi guiado a uma visita pelas instalações e enalteceu as excelentes condições da sede, tendo ainda a oportunidade de conversar com uma aluna que frequenta o curso de desporto, e que encontra-se na Associação a realizar o seu estágio curricular. Seguiu-se depois uma reunião informal onde ambos os Presidentes falaram sobre a situação do Voleibol regional, e também sobre as obras realizadas pela CMF na pavimentação e cobertura dos polidesportivos das escolas de domínio municipal, e que têm beneficiado os treinos e jogos desta modalidade ali praticados.

Edgar Gouveia, por sua vez, agradeceu a visita e o apoio da Câmara Municipal do Funchal, salientando a parceria na realização do Torneio de Voleibol da Cidade do Funchal, conjuntamente com o Clube Escola da Levada, que vai para a sua 4ª edição, e que em 2019 contou com a presença de clubes regionais, 13 clubes continentais, realizando cerca de 450 jogos, que envolveram mais de 1000 atletas.

O Presidente considerou, por fim, que esta é uma parceria de sucesso, e que dentro das possibilidades, a Autarquia está sempre pronta para ajudar no desenvolvimento da modalidade, salientando que a Associação de Voleibol da Madeira, pode “contar com apoio e colaboração da Câmara Municipal do Funchal, para a edição do seu livro”.

A Associação de Voleibol da Madeira, segundo os últimos dados oficiais, tem cerca de 1400 atletas federados, 42 treinadores, 38 árbitros e 13 clubes em atividade, distribuídos por diversos concelhos. Além disto possui 37 núcleos de Gira-Volei, um projeto de iniciação à modalidade, e parceria com várias escolas básicas.